domingo, fevereiro 13, 2005

Sunday... at last...

Pô, demorou, mas finalmente é domingo... essa foi uma semana intrigante... milhares de informações... se eu fosse contar tudo ia levar umas 3 horas... mas como isso é o meu banco de dados sobre a minha vida eu inevitavelmente vou ter que discorrer sobre todas as coisas dessa semana... digamos q ninguém gostaria de estar na minha pele e uma cambada mataria pra estar no meu lugar... pois é... Mas que se foda, qdo tudo estiver devidamente resolvido eu explico por fim... O que importa é que hoje é domingo... demorou paca pra chegar, mas sim, hj É domingo... dia de ver a Bárbara, minha filha linda... oh yeah! a Semana anda a passos de tartaruga, acontecem mil e uma roubadas, mas sempre há o bom e velho domingão, pra ver aquele sorrisinho lindo e ouvi-la balbuciar suas primeiras sílabas... Ótimo, alguma compensação a gente tem que ter... Se bem que do jeito q eu falo parece que as coisas estão péssimas... Não é bem assim; as coisas estão ótimas, apesar dos absurdos que acontecem volta e meia... É s'oque eu empolgo toda vez que o sábado vira domingo... :)

parabólica (by engenheiros do hawaii)

ela pára
e fica ali parada
olha-se para nada
(paraná)
fica parecida
(paraguaia)
pára-raios em dia de sol
para mim
prenda para minha parabólica
princesinha parabólica
o pecado mora ao lado
o paraíso... paira no ar

... pecados no paraíso ...

se a TV estiver fora do ar
quando passarem
os melhores momentos da sua vida
pela janela alguém estará
de olho em você
(paranóica)
prenda minha parabólica
princesinha parabólica
paralelas que se cruzam
em Belém do Pará
longe, longe, longe (aqui do lado)
(paradoxo: nada nos separa)

eu paro
e fico aqui parado
olho-me para longe
a distância não separabólica