segunda-feira, janeiro 31, 2005

Ajudem a repassar, seus vagabundos...



Bom, recebi isso agora a pouco, não tinha nem conhecimento da cobertura da grande mídia, já que eu tento evitar de me estressar com telejornais, mas se é cobertura da mass media ainda por cima sobre squats e anarco punks, certamente deve ter sido uma reportagem bem das mentirosas... O coletivo envolvido, da maneira que pode, tenta divulgar os fatos como aconteceram. Então ajude a reverter mais uma mentira da máquina de manutenção da ordem social.

POR FAVOR DIFUNDIR POR TODOS OS MEIOS
Solidariedade ao Squatt Teimosia
Por Squatt Teimosia 30/01/2005 às 20:01

Carta Aberta à população e à imprensa, em prol da solidariedade ao Squatt Teimosia

Carta Aberta à população e à imprensa

Devido a larga e deturpada cobertura dada pela imprensa sobre o ocorrido no dia 28 de janeiro de 2005, quando a polícia adentrou o "Espaço Kultural Autônomo Autogerido Squatt Teimosia", cituado na R. João Telles, 369, Bairro Bom Fim, Porto Alegre/RS, em busca de materiais explosivos alegando ter recebido uma denúncia anonima de que punks estariam prontos para atacar os participantes do FSM no Acampamento da Juventude; sentimos a necessidade, enquanto gestores do Espaço Kultural, de desmistificar esta fantasiosa e oportunista armação.
O imóvel, que estava abandonado por mais de 7 anos, se tornando um estorvo para a comunidade local e não cumprindo com sua função social como determina o Plano Diretor do Município, hoje é um espaço ocupado, onde se realizam diversas atividades culturais gratuitas, como oficinas de malabares, fanzines, palestras diversas assim como o funcionamento de uma biblioteca comunitária, não sendo mais uma casa abandonada e tampouco um mero alojamento.
No dia do acontecido, os vários visitantes presentes aguardavam o início de mais uma atividade artística que estava programada para acontecer dentro da casa. Porém, com a inesperada invasão da polícia o que era para ser uma tarde descontraída reverteu-se em horas de tensão, humilhação, detenção e acusações infundadas.
Nos assusta como materiais tão comuns foram transformados em artefatos de guerra: garrafas de cerveja vazias recolhidas para reciclagem (um dos projetos desenvolvidos pelo espaço)se converteram em cocktaill' s molotov's; sinalizadores e fogos de artifício utilizados em apresentações teatrais desenvolvidas pelo nosso grupo de teatro se transformaram em rojões de poder ampliado; facas de uso doméstico tão presentes nos lares, foram encarados como parte do suposto armamento bélico.
Para completar a apreensão de ditos materiais perigosos, foram incluídos e confiscados fitas de vídeo VHS tais como o clássico Nosferatu, eventos realizados e documentários políticos históricos, além de um livro da Ed. L&M Pocket sobre anarquismo.
É com receio que manifestamos aqui nossa indignação, tendo em vista que diante deste ocorrido nossa liberdade de pensamento e vivência se encontram à mercê de manipulações e repressões. Esta é a cultura do medo, que distorce e os fatos para coagir as pessoas e tentar acabar com as manifestações culturais que não são controladas pelas instituições e órgãos estatais e privados.
Afinal, num mundo onda a cultura é um produto a ser vendido e consumido, a cultura como vida incomoda, e esta é a única ameaça que representamos. Esta é a nossa teimosia.

Squatt Teimosia
30 de Janeiro de 2005

" Ocupa e Resiste!!!"


Ok, é isso, mais tarde, se a criatividade ajudar eu posto algo... Tudo indica que não vai acontecer... :)

Casa okupada, casa encantada (by sin dios)

Somos los duendes que habitan en las casa abandonadas,
La propiedad privada es un robo, y lo nuestro arte de magia.
Una casa okupada es una casa encantada,
Cuando haya un desalojo, aparecemos en otra.
El hechizo está en hacerlo todo con tus propias manos,
Convirtiendo cuatro muros en espacios liberados.
Una casa okupada es una casa encantada,
Cuando haya un desalojo, aparecemos en otra.
¡¡eh, burgués especulador!! Vigila bien tus propiedades
No sea que cualquier día te encuentres los duendes dentro...
Una casa okupada es una casa encantada,
Cuando haya un desalojo, aparecemos en otra...

Somos todos escravos de um balde de lixo


Ontem eu tive a oportunidade de assistir o tal do Big Brother Brasil novo... Sei lá, se é novo tmbm, mas deve ser... Espero que ao menos tenham parado com a mania de se referirem aos participantes como "os big brothers". Não precisa nem explicar por quê, né? De qualquer forma, assisti na casa do sergio meio que de relance enquanto estavamos no computador... Cara, onde esse mundo vai? Tudo bem que merda por merda, o mundo já é bem podrinho e não é como se o BBB se diferenciasse muito do resto das coisas que se vê na televisão brasileira, mas é muito assustador pra mim ver o quanto desperta curiosidade a vida de um bando de jovem alienado, cujas ambições se resumem a puxar o tapete um do outro pra encher o cu de grana... E depois se tratam com a maior naturalidade, como se não estivessem tentando foder um com o outro pelas costas... Bom, BBB me fez mal, acho que vou ficar com dor de estômago por uma semana. E as pessoas simpatizam com esses seres... Ah, raça humana...

Heróis da Nação Falida (by mukeka di rato)

Cultuar e idolatrar a imagem de pessoas de destaque da mídia
Por que você não chora, pelas inocentes mortes brutais de uma chacina?
Heróis da nação falida
Sentindo realmente que sua mente se conforma
Você não se importa, não se importa

sexta-feira, janeiro 28, 2005

...e 2005 vira mais um ano como os outros...


Vocês estão olhando pra cara de um perdedor!
Antes de mais nada meu horóscopo segundo a Folha de S.P. de hoje:

"Astral pesado nas imediações indica desentendimentos o deixam irado e tenso. Irmãos ou pessoas próximas preocupam você. E se você encarar uma discussão como se fosse caso de vida ou morte, pode ir alem do bom senso. Mas cheque bem o carro antes de pegar a estrada. Vênus e Saturno pedem cautela também na família."

Couldn't be more right... Se ao menos eu tivesse me dado ao trabalho de lê-lo... Mas tudo bem, a vida continua... Ontem eu consegui a proeza de esborrachar meu carro na Paulista... Já tinha batido o carro antes, mas essa foi tipo "A batida"... Arregaçou, estouraram os pneus, as rodas ficaram quadradas, metal retorcido, atropelei dois vasos de um banco, uma daquelas lixeiras de plástico com cano de metal, etc, etc... Cambio adeus. Suspensão adeus. Para-choque adeus. Rodas adeus. Chassis, adeus. Pneus, adeus. Isso do que eu consegui perceber, agora é questão de esperar o parecer da oficina... E, acreditem, o pior prejuizo foi atropelar dois vasos do maldito banco... Na verdade foi uma seqüência de cagadas a partir do momento da batida... Assim que aconteceu fomos literamente cercados por seguranças do banco. Doce ilusão que eles estavam lá pra ajudar... Fotos, fotos, mais fotos e mais algumas fotos... Quem vai pagar os vasos? Eu com o carro quase em perda total e os caras enchendo o saco com malditos vasos (ah, e a lixeira, que eu disse que é da prefeitura, mas que aparentemente o banco financia. Não, não é piada)... Aí a primeira idéia de gênio: Chamar a seguradora pra guinchar o carro. Nesse meio tempo, chega a polícia... Pensei comigo mesmo: "Pronto, fudeu!"... Pediram minha carta. Bum! E a carta? E desde quando eu lembro de sair com a carteira de casa? "Olha, a carta não tá aqui..." Primeira multa. Liguei para minha mãe trazer a carta... Minha mãe quase me mata por telefone , entra em desespero e tudo mais (com uma certa razão, devo adicionar). Daqui a pouco minha mãe liga, não no meu celular pq ele fez o favor de parar de funcionar. Não achou minha carteira... Pronto! Pensa, pensa, pensa. Óbvio: Minha carteira está na bolsa da Rully... Cadê a mina? Empresta cartão, telefona, num atende... Telefona no celular, tá na casa do Rodd... "Help! Vem pra cá ou eu vou pra cadeia"... Bom, se os caras do banco quisessem prestar queixa o procedimento era simples: DP, BO, carro apreendido, pagar diária pra cada dia que o carro estivesse apreendido... Uma policial muito prestativa, e bela by the way, veio e falou isso pra mim... Disse que era bom eu tentar chegar num acordo com o cara da segurança, senão eu tava fodido e mal pago... Depois de mil e uma promessas de que eu não ia fugir, o cara resolveu: "Vamos fazer o B.O.!"... Maravilha... Ainda assim, a policial foi super legal e deu um jeito de fazer um B.O. lá mesmo... Acho que os policiais já deviam estar com muita dó de mim a essa altura... Cara do seguro chega... Mais fotos... O cara do seguro vira e fala: "Você sabe que eu estou aqui pra te ajudar, né?" "u-hu..." "Então você tem que me falar, você consumiu bebidas alcóolicas? Lembre-se que é pra te ajudar..."... Ajudar? Eu sei que é a função do cara tirar o cú da seguradora da reta, mas pelamor de deus, precisa ser tão hipócrita? Respirei bem fundo e não mandei o cara tomar no meio do cú dele... Minha mãe acaba chegando, mais broncas... "Pelamordedeus mão, não vai brigar com a polícia que eles tão dando mó força"... Minha mãe começa a me encher o saco pq eu estava com a Fabi no carro... Minha mãe não gosta da Fabi pq qdo a gente estava ficando ela meio que "morou" na minha casa por uma semana... Toda vez que uma mina "mora" aqui, garante o ódio infinito por parte da minha mãe... A Fabi decide ir embora de taxi... A Rully chega com o Theo, o Rodd, a Fabi (outra) e a mina que eu nunca lembro o nome... Me entrega a carta... Levei a carta pros policiais... A partir desse ponto as coisas ficam extremamente complicadas, mas não posso contar pq isso pode dar em merda... Então fica por aqui mesmo... Só vamos convir que eu sou um puta dum azarado... Em alguns meses eu conto essa história direito...

Ride (by the vines)

That’s the start the finish won’t be in
Aren’t you glad the universe pretends
If I don’t get this message home
Once again I’m demonstrating

Ride with me
Ride with me
Ride with me home
Ride with me
Ride with me
Ride with me unless you

Thought a lot ignored the right to be
Lie me down because we like to see
The colours through your loaded mind
Climb the walls that separate my time

Ride with me
Ride with me
Ride with me home
Ride with me
Ride with me
Ride with me home

I’m not waiting alone
I’m not waiting alone

Ride with me
Ride with me home
Ride with me
Ride with me
Ride with me my baby don’t care

Me gusta...

Pensa dez segundos na sua vida sem música... Tipo, sério, se simplesmente ninguém nunca tivesse tido a brihante idéia de fazer uma música... Cara, sei lá, é só que tem momentos em que música é tudo nessa vida... Aquilo que você conhece, que você sabe que está lá, que sempre vai te deixar daquele jeito: Feliz, triste, calmo, agitado, whatever... O fato é que sem música talvez a vida não tivesse sentido... Música é a trilha sonora da vida... Estando ela boa ou ruim, MUSIC FUCKING RULES!

Tubthumping (by chumbawamba)

We’ll be singing
When we’re winning
We’ll be singing

I get knocked down
But I get up again
You’re never going to
Keep me down

Pissing the night away
Pissing the night away

He drinks a whisky drink
He drinks a vodka drink
He drinks a lager drink
He drinks a cider drink
He sings the songs that
Remind him
Of the good times
He sings the songs that
Remind him
Of the better times:

Oh danny boy
Danny boy
Danny boy...

I get knocked down
But I get up again
You’re never going to
Keep me down

Pissing the night away
Pissing the night away

He drinks a whisky drink
He drinks a vodka drink
He drinks a lager drink
He drinks a cider drink
He sings the songs that
Remind him
Of the good times
He sings the songs that
Remind him
Of the better times:

Don’t cry for me
Next door neighbour...

I get knocked down
But I get up again
You’re never going to
Keep me down

We’ll be singing
When we’re winning
We’ll be singing

Crashed car + Fucking headache (yeah they do it all the time...)

Bati o carro na paulista, de arregaçar bonito mesmo lá pra meia-noite e agora estou em casa... E foi péssimo... MERDA! Amanhã eu explico... A minha sorte é que existe Violent Femmes pra eu ficar calmo... ARRRRRRRRRRHHHHHH... FUCK!!!!! Ok, C YA!

Kiss Off (by violent femmes)

I need someone a person to talk to
Someone who’d care to love
Could it be you could it be you
Situation gets rough then I start to panic
It’s not enough it’s just a habit
Hey kid your sick well darling this is it
You can all just kiss off into the air
Behind my back I can see them stare
They’ll hurt me bad but I won’t mind
They’ll hurt me bad they do it all the time
Yeah yeah they do it all the time
I hope you know this will go down
On your permanent record
Oh yeah well don’t get so distressed
Did I happen to mention that I’m impressed
I take one one one cause you left me and
Two two two for my family and
3 3 3 for my heartache and
4 4 4 for my headaches and
5 5 5 for my lonely and
6 6 6 for my sorrow and
7 7 for no tomorrow and
8 8 I forget what 8 was for and
9 9 9 for a lost God and
10 10 10 10 for everything
Everything everything everything

quinta-feira, janeiro 27, 2005

Drunk and Sober


Mais uma foto do Outs, Eu bêbado e o Bernardo sóbrio (mas bêbado por osmose...)! Uhm, bom, errrrr... Ok, eu realmente não tenho o que falar... Não é horrível quando vc vai postar e não tem assunto? Ok, later...

NO MORE LIES (by battalion of saints)

See it on the front page, the lies that are easily made
They tell you nothing that's real

They keep us going
With their lies and stories
I just can't stand no more, no more lies
They want us stupid, And not asking for the truth
I just can't stand no more, no more lies

He's on the TV, talking to me
Trying to make me believe, I see through his disguise
In his lying eyes, they just can't tell the truth

They keep us going
With their lies and stories
I just can't stand no more, no more lies
They want us stupid, And not asking for the truth
I just can't stand no more, no more lies

You think you're okay, Your life is going great
How come you lie to yourself? Your life is really shit
Who are you trying to impress, who cares about your lies?

quarta-feira, janeiro 26, 2005

Do they owe us a living?


Do They Owe Us a Living? (by crass)

Fuck the politically minded, here's something I want to say,
About the state of nation, the way it treats us today.
At school they give you shit, drop you in the pit,
You try, you try, you try to get out, but you can't because they've fucked you about.
Then you're a prime example of how they must not be,
This is just a sample of what they've done to you and me.

Do they owe us a living?
Of course they do, of course they do.
Owe us a living?
Of course they do, of course they do.
Owe us a living?
OF COURSE THEY FUCKING DO.

Don't want me anymore, cos I threw it on the floor.
Used to call me sweet thing, I'm nobody's plaything,
And now that I am different, 'd love to bust my head,
You'd love to see me cop-out, 'd love to see me dead.

Do they owe us a living?
Of course they do, of course they do.
Owe us a living?
Of course they do, of course they do.
Owe us a living?
OF COURSE THEY FUCKING DO.

The living that is owed to me I'm never going to get,
They've buggered this old world up, up to their necks in dept.
They'd give you a lobotomy for something you ain't done,
They'll make you an epitomy of everything that's wrong.

Do they owe us a living?
Of course they do, of course they do.
Owe us a living?
Of course they do, of course they do.
Owe us a living?
OF COURSE THEY FUCKING DO.

Don't take any notice of what the public think,
They're so hyped up with T.V., they just don't want to think.
They'll use you as a target for demands and for advice,
When you don't want to hear it they'll say you're full of vice.

Do they owe us a living?
Of course they do, of course they do.
Owe us a living?
Of course they do, of course they do.
Owe us a living?
OF COURSE THEY FUCKING DO.

terça-feira, janeiro 25, 2005

Na falta do que falar: LINX!


C.M.I. - Centro de Mídia Independente Site do C.M.I. - O próprio nome já diz do que se trata... Basicamente informações independentes da mass media relevantes principalmente ao movimento anarquista e outras vertentes revolucionárias.

CNT - Confederación Nacional del Trabajo Site da CNT, confederação anarquista histórica da espanha que teve um papel de suma importância na guerra civil espanhola - Apesar do retumbante fracasso experimentado pelos antifascistas na luta contra franco.

(A)Infos Site de informações anarquistas de anarquistas para anarquistas cobrindo todo o planeta.

Free Mumia Site oficial sobre Mumia Abu-Jamal, prisioneiro político nos EUA, ex-militante dos panteras negras que se encontra no corredor da morte há mais de uma década. Encontre também informações sobre o que fazer e sobre as frequentes manifestações pela liberdade de Mumia em todo o mundo (quebrar a embaixada americna? Eba!).

Nodo50 Servidor anarquista espanhol, com toneladas de informações e páginas anarquistas hospedadas.

CPMF? Obrigado, não! Informações sobre a farsa do CPMF

Obscene Gestures (by a//political)

In the back of the room a lone female stands
Playing her role, boyfriend's jacket in hand
And in the pit he throws a fist
An outbreak of violence, a violent fit
And on the outskirts a rumor is told
A reactionary glance and tolerance is sold
And in the band room "where's my fucking money?"
"Such a shit P.A., we deserve better, don't we?"
At the door, a punk with a sneer
"I had five dollars but I spent it on beer"
A homophobic statement is murmured and heard
"Shall we do something?", "Oi, don't be absurd"
And in another part
Two factions face off
Who's more P.C., who's more punk
Who's more violent, who's more drunk
And up on the stage
Hypocritical anthems are waged
A new kid slagged on loses faith
What's the point, nothing here but hate

(It's funny how we think we've created this illusionary alternative.
If you look close enough you'll see we've just mimicked society, a perfect mirror image.
It's even funnier how within our own little society we don't have people forcing us apart.
For some reason we do it willingly....)

segunda-feira, janeiro 24, 2005

Hell freezes over... and who the fuck have the time to care?

Rock rocket foi foda e meio... Mas, sabendo-se que é a melhor banda do brasil (segundo a Juliana: "Não era de são paulo?") já era de se esperar (outro adendo: "Por que Juliana, Erick? Juliana vão pensar que é uma qualquer!" "Mas vc é uma qualquer")... Me gusta mucho estos hijos de unas putas... El show fuê Jodido! De qualquer forma, esse post é dedicado a Helena, que me deu 10 reales de presente... mulher que me dá dinheiro é pra casar... E tmbm é dedicado a marie por ser extremamente gostosa, que tmbm é o q faz uma mulher ser do tipo "de casar"... E yo estoy bebado! As always!
Ah, sim, os covers acabaram sendo: Kick Out The Jams (mc5), White Riot (the clash), Sonic Reducer, que eu cantei um pedaço :) (dead boys) e acho que só... E foi FODA!

ANJOS & DEMÔNIOS (by wanderley luiz wildner)

Eu sou um viajante taoísta e sem memória,
vou prá qualquer lado sem correntes e nem bóia
Eu sou um viajante, um hippie-cyber-punk,
eu não tenho pressa, vivo em qualquer canto

anjos & demônios passam por mim, cruzam os céus e zombam de mim
anjos & demônios estão dentro de mim, eles sabem e vão comigo até o fim.

muitos querem a minha alma, me ofereceram quase tudo,
um maverick, uma mulher, e uma passagem volta ao mundo.
mas agora eu sou eu mesmo, vaculhei o meu passado,
vivo no presente e com quem tá do meu lado.

anjos & demônios passam por mim, cruzam os céus e zombam de mim
anjos & demônios estão dentro de mim, eles sabem e vão comigo até o fim.

domingo, janeiro 23, 2005

Fuck Motorola!!!!


Bom, meu celular foi pro saco... Tento carregar e aparece incapaz de carregar, ou seja, só funciona ligado na tomada... Então só posso usar em casa, o que tira um pouco do propósito de ter um celular... Aí descobri que ele fica ligado na tomada, mas se alguém liga ele desliga... Eu realmente odeio a motorola...
Na parte das boas notícias, hoje tem show do rock rocket no outs... morre 8 pilas! E segundo o noel vai ser recheado de covers de punk! Yeah! Pra ser mais exato, ó o q ele responde qdo eu pergunto se ele põe meu nome na lista: "Blz! a não ser que apareça alguma gostosa querendo dar pra mim eu boto. Liga pra alan antes só pra confirmar se rolou, ou então encontra a gente no bar la do lado. Vamos fazer um show com vários covers dos clássicos do punk rock, clash, dead boys..."
Gostosas, não queriam dar pro noel hj pq eu quero entrar de graça no show, ok? Façam algo inteligente e dêem pra mim instead... :)

Walking Is Still Honest (by against me!)

Dear mother,
This is just survival.
Cannot promise your children everything,
But you would lie so they can sleep tonight.
Defeat tasted nothing like you said.
Still 22 days left till the end of the world.
My legacy was making you a man
For a justice I could not change.
This is one voice not to forget;
"Fight every fight like you can win;
An iron fisted champion,
An iron willed fuck up."

Can anybody tell me why God won't speak to me?
Why Jesus never called on me to part the fucking seas?
Why death is easier than living?
You can be almost anything
When you're on your fucking knees.
Not today,
Not my son,
Not my family,
Not while walking is still honest,
And you haven't given up on me.

Dear shithead,
This isn't happening;
The sky is really falling,
The paint's all made of lead,
There's asbestos in the walls,
Hell's coming to rip off the doors
To the priveleged mansion.
Do you want to love and feel it?
You can look but you can't taste it.
You can reach but you'll never have it.
We are untouchable;
Untouchable is something to be.

Can anybody tell me why God won't speak to me?
Why Jesus never called on me to part the fucking seas?
Why death is easier than living?
You can be almost anything
When you're on your fucking knees.
Not today,
Not my son,
Not my family,
Not while walking is still honest,
And you haven't given up on me,
And you haven't given up on me,
And you haven't forgotten me...

sábado, janeiro 22, 2005

Drunken and Dangerous

Outs, domingo passado... Marie bebada, Erick breaco... Rockando por ae... Yeah! Os shows foram mó legais e tipo, pasmem, Rumbora tocou um cover de muse... E eu super tipo que "agitei" num show do Rumbora... num sei se isso é algo bom... ou se eu deveria contar por ae... Maaaaaaaaaaaaas, whatever...

I'm cute as fuck!

Fala muito sério... Eu sou tão gatão que fico bem até de saia, barba rala e black power... Ah, eu admito, nao tenho nada de útil pra falar agora... :)






A New Kind Of Army (by Anti-Flag)

look back...on history, nothing much has changed thousands...of soldiers of all countries, all marching the same every nation's leader says that our side is right every nation's leader says the time has come to fight but they use the common people, to settle their scores it's time that we refuse to fight in any of their wars! we're looking to start a new kind of army, (that's) too smart to fight, too smart to die we're looking to start a new kind of army, (that's) too smart to fight, too smart to kill... for you! join now...the ranks of all nations who refuse to go to war refuse...to pull the trigger of a gun for leaders 'round the world i'd rather fight to spread some tolerance and unity than buy into their nationalistic brainwashing killing mothers, fathers, sisters, brothers, common human beings not savages but people, like you, like me! we're looking to start a new kind of army, (that's) too smart to fight, too smart to die we're looking to start a new kind of army, (that's) too smart to fight, too smart to kill... for you! we're looking for a few good men we're looking for a few good womyn who are not afraid to fight against tyranny but refuse to fight...with tyranny refuse!!! we're looking to start a new kind of army, (that's) too smart to fight, too smart to die we're looking to start a new kind of army, (that's) too smart to fight, too smart to kill... for you!

sexta-feira, janeiro 21, 2005

Reencontros e violência...

So... Quarta foi mó legal... Reencontrei algumas pessoas da minha época de anarcopunk e foi joinha... Lógico que algumas pessoas viraram grandes imbecis, mas na real eu sempre soube quem era que ia virar babaca pra caralho... De repente pq sempre foram babacas... Anyway, o legal mesmo foi reencontrar o mancuso que eu não via desde 2001... Fucking great, pq é uma daquelas pessoas q tipo a amizade transcede a questão do punk... Alias, falando em quarta eu me dei conta de algo: Eu não suporto lugar cheio de gente e barulhento... Aquela porra de Charme, barzinho da augusta, é tipo que maximum escrotum, cheio de gente ultra-hiper hype, e eu odeio gente hype, descolada, blablabla... Low-profile all the way! Só sei que tipo barulho de mil pessoas falando ao mesmo tempo, rindo alto, dando escandalozinho de patricinha me irrita profundamente... Quinta-feira foi a mesma sensação no barbante... O jeito foi ficar no copo-a-copo a noite inteira com a Hare e a Juliana... Noite adentro mesmo... Se bem que o ponto alto da noite foi a cervejinha na conceição com o Theozinho e a Hare... Ou não...
Na verdade, talvez a parte mais memorável tenha sido a briga... e que briga estranha... A gente enchendo a lata no copo-a-copo, essa hora já acompanhados pelo Alex Negão e seu primo André, quando de repente barulho máximo de vidro quebrando e coisas sendo destruídas... Na seqüência sobe uma amiga minha (cuja identidade será preservada, hehehe) correndo, chorando pra caralho e passa batido pela nossa mesa... Na hora eu desconfiei que podia ser ela, mas como só vi as costas não tive muita certeza e deixei quieto... Logo em seguida ela vem descendo totalmente transtornada... Chamamos ela pra sentar na mesa, ela se sentou, mas nao conseguia falar praticamente nada... Só chorava... Pedi um copo de água com açucar, mas ela não queria tomar... Parecia o que essas coisas sempre parecem: Briga de namorado... ela levantou dizendo que ia pegar dinheiro e entrou num pico... Eu fiquei meio preocupado e fui atrás... Por sorte, diga-se de passagem... Quando a encontrei o namorado dela derrubou ela no chão e tipo começou a apertar o pescoço dela... Fui e arranquei o cara de cima dela e começei com a boa e velha ladainha: "Olha, pq vcs não se acalmam e conversam sem se encostar e tal?" E o cara ainda mais transtornado ficava indo pra cima dela, e eu tipo no diálogo, tentando resolver numa boa... Nessas o cara invoca comigo e começa a ser muito do folgadinho... Aí eu usei minha famosa tática "Lembrar das letras do racionais quando necessário", e dei um apavorozinho no cara, mas o sujeito não desistia de querer conversar com a mina segurando no pescoço dela... As coisas foram esquentando e a gente já tava na fase "nariz-com-nariz" bem tipo que a ponto de começar o quebra-pau... Nisso surgem a Hare e o André, entendendo quase nada e já separando... Nisso eu tipo virei pra falar com a minha amiga pra ver o que ela achava, se ela queria q a gente a tirasse de lá, se ia querer resolver com o cara, e o sujeito do nada aproveita e vem pra cima e me dá uma cabeçada no nariz... Essa é a parte em que eu fiquei muito orgulhoso de mim na verdade... Peguei o cara, preparei pra dar aquele soco-faz-fratura na cara dele, tipo que já com o punho cerrado, apontado pra cara dele, e ele com aquela cara de idiota, tudo em um segundo, tantas coisas passando pela cabeça: "Bato, o cara cai no chão, pisa na cabeça, NA CABEÇA!!!!" quando ainda nesse segundo veio a voz da consciência, e, ainda com o punho protinho pra começar a festa, olhei bem no olho do cara e falei: "Sabe pq eu não vou te encher a fuça de porrada?" e o cara com cara de incrédulo... "Por que vc é tão insignificante e desprezível que não vale nem a porrada, SEU BOSTA!"... Fiquei felizão , tipo que me sentindo "the bigger man", quando eu me dou conta de que não é por que eu desencanei de me vingar da cabeçada não ia ter vingança... A Hare toda paz e amor que é desceu o sarrafo no babaca... Foi impagável... O cara deve ter muito desacreditado que as bolachas vieram do lugar mais inusitado... Aí ficou por isso mesmo, a mina foi embora de taxi, e ele tipo entrou meio que forçando, mas meio que a mina queria resolver a parada, então nem nos intrometemos... Só avisei pro cara q se eu o vejo encostando a mão nela de novo ele vai aprender o que é tomar um cacete... Fim das contas: foi uma balada no mínimo curiosa.
Agora dormir pq eu tive q acordar 10 da madrugada pra levar uma pessoa no médico, pois eu tinha prometido, o que nos remete a frase que encerra o post hoje, cuja autoria eu desconheço: "Sempre faça sóbrio aquilo que prometeu bêbado; isso o ensinará a manter a boca fechada"

Ps.: Bernardo, I need those fucking photos!!!!! manda por email pra mim! Por favor!!
Pps.: Diego, a musica de hoje é em sua homenagem...

Re-Gaining Unconsciousness (by Nofx)

First they put away the dealers, keep our kids safe and off the streets
Then they put away the prostitutes, keep married men cloisterred at home
Then they shooed away the bums then they beat and bashed the queers
Turned away the asylum seekers, fed us suspicions and fears
We didn't raise our voice, we didn't make a fuss
It's funny there was no one left to notice when they came for us

Looks like witches are in season, you better fly your flag and be aware
Of anyone who might fit the description, diversity is now our biggest fear
Now with our conversations tapped and our differences exposed
How ya supposed to love your neighbor, with our minds and curtains closed
We used to worry bout big brother, now we have a big father and an even bigger muther

And you still believe, this aristocracy gives a fuck about you
They put the mock, in demockracy and you swallowed every hook
The sad truth is you would rather follow the school into the net
Cuz swimming alone at sea is not the kind of freedom you actually want
So go back to your crib and suck on a tit go bask the warmth of your diaper
You're sitting in shit and piss while sucking on a giant pacifier
A country of adult infants, a legion of mental midgets, a country of adult infants
All re-gaining their unconsciousness

quinta-feira, janeiro 20, 2005

S.P.M.

Altamente recomendado: Mc Mulah (A.K.A. Ramongo)... Funk pancadão matador... Nessas horas q eu tenho orgulho de ser amigo do ramone...

"Bonde do Talebão" (by Mc Mulah)

Cabul, Cabul, Ca-Ca Cabul

Osama Bin Laden
Osama Bin Laden
Al Qaeda, Taleban
Então Taleba, Taleba,
Taleba o Talebão
Virando pra Meca na palma
Da mão

OSAMA! George Bush quer Te ver

quarta-feira, janeiro 19, 2005

Walking Is Still Honest

So, eu tenho um blog... Não é grande coisa, mas é meu brogui... Quando eu deletei meu antigo (Blog do idiota) eu acabei salvando no meu computador todos os posts e, devo confessar que não lembrava de quase nada das coisas q haviam acontecido entre agosto/02 e agosto/04... Foi divertido relembrar o monte de coisas q aconteceram nesse meio tempo, ver as pessoas com quem eu andava e nunca mais vi, as pessoas com quem eu mal andava e hoje são melhores amigos, as coisas q eu fazia e nao faço mais e o contrário... O fato é que eu descobri que blog tem uma utilidade que eu nunca tinha me dado conta: É um diário mesmo... E eu nunca tinha tido um diário. É mó legal... em 2007 eu vou ler isso daqui e ficar surpreso com como eu era bobo, ou talvez nostálgico sobre como 2005 era legal, ou uma bosta... vai saber... o fato é q pra bem ou pra mal eu tenho uma memória virtual novamente, pra registrar coisas divertidas, coisas desinteressantes, desejos que vão ou não ser realizados, metas, whatever the fuck i want, 'cuz this is fucking mine!
Então, começando: primeiro post, viva!

Bom, não acho que seja muito necessário dar continuidade ao antigo blog, fazer uma conexão ou algo do tipo, então isso é realmente um "primeiro post"! E lá vamos nós:

2004 acabou comigo esborrachando o carro da Marrie no guard rail daquele viaduto que liga a Av. Dr Arnaldo a Av. Paulista... Podia ser pior, mas de qq forma foi um péssimo jeito de terminar um ano tão tumultuado... Qdo as expectativas já eram das piores, 2005 se mostrou um ano extremamente inusitado... Milhares de coisas fodas aconteceram em tão pouco tempo... Tantas tantas que vão ficar na minha memória e de todo mundo que estava junto... Foi um começo de ano muito bom, that's for sure! Então, levando em consideração q tudo começa agora nesse blog vou falar de ontem, pra relembrar daqui uns 2 anos e dar risadas... O Kuhlmann voltou pra São Paulo, depois de 4 anos morando em Florianópolis fazendo geografia, largou tudo pra fazer Geologia (será que era isso mesmo?) na USP... Isso é bom, pq apesar de nossos pequenos atritos que rolam qdo um dos dois fica muito bêbado (qdo os dois ficam não acontecem) ele é um cara com quem eu me divirto a valer... Saímos ontem pra comemorar que ele está de volta, pegamos a marginal (pq não há nenhum jeito melhor de colocar a fofoca em dia do que dirigindo na marginal) e simplesmente fomos e fomos e fomos... Hora que nos demos conta tinhamos ido parar na estrada do campo limpo... Resolvemos que andamos o suficiente e que era hora de tomar uma cervejinha... Fomos para pinheiros e descobrimos que nossos bares de 7 anos atrás estão todos fechados... O que foi triste de certo modo... acabamos tomando umas brejas num bar na rua dos pinheiros até ele fechar... Depois que fechou resolvemos chamar a Marrie e a Ruli pra tomar mais umas... E lá fomos nós até a aclimação... ficamos meio bebados (principalmente eu e o Kuhlmann q ja estávamos altinhos), jogamos sinuca, perdi na sinuca... Cheguei em casa podre, pra acordar hoje e perceber que minha camiseta tinha um "oi" enorme escrito com giz branco de sinuca... Agora imagino a Marrie chegando em casa com um smile na bunda e me xingando que nem eu xinguei qdo vi o "oi"... Essa semana tem sido mto divertida, queria que o Bernardo mandasse as fotos da balada domingo/segunda, e acima de tudo preciso que a xu mande as fotos da semana passada, preciso muito de uma foto que eu tirei do Valente bêeeeeeeebado... Será que eu devo ficar entafuiando fotos no blog? Fotolog não serve pra isso? Se bem q eu tou tão de saco cheio de fotolog... oh, well... Anyway, chega de escrever, ainda tenho que pegar as manhas de como se faz pra blogs serem coisas divertidas e interessantes... i might as well never learn it!
See ya in the pit motherfuckers!

"We Laugh at Danger (and Break All the Rules)" (by Against Me!)

It was a birthday gift
of a Mexican Telecaster
And from this day on I will play along
to all my young pioneers records
And there will be a poetry spoken silently between me and the stereo
I'll work mornings
and you can work through the night

Mary, there is no hope for us
If this GM van don't make it
across the state line
we might as well lay down and die
Because if Florida takes us
we're taking everyone down with us
Where we're coming from (yeah)
will be the death us

And I cannot help but hold on
to a handful of times
when what was spoken
was a revolution in itself,
and what we were doing
was the only thing that mattered
And how good it felt
to kill the memory of nights spent
holding your shirt for the smell
I heard you used to cry
when you made love to him
but this band will play on
Because all we can do is what we've always done. And on and on and on...