quinta-feira, janeiro 26, 2006

Saudades...

Porra, sinto saudades do meu cabelo... Próxima vez que eu raspar a cabeça, por favor alguém me espanque...



terça-feira, janeiro 24, 2006

Don't Lose Touch (against me!)

You're coming off kinda contrived and pretentious
You're not sayin anything we haven't heard before
You're caught up in an argument
You're so lost in modern art.
You will lose it all, and you will find again.

Don't lose touch. Don't lose touch.

SOS Texted from a cell phone.
Please tell me I'm not the only one
that thinks we're taking ourselves too seriously.
Just a little too enamoured with inflated self purpose.
Talk is cheap. And it doesn't mean much.

Don't lose touch. Don't lose touch.

I'm losing touch. I'm losing touch. (I'm losing touch)
I'm losing touch. I'm losing touch. (I'm losing touch)

Constant entertainment for a restless mind.
Constant stimulation for epic appetites.
Is there something wrong with these songs?
Maybe there's something wrong with the audience.
Manipulation in rock music. Fucking Nausea.

I'm losing touch. I'm losing touch. (I'm losing touch)
I'm losing touch. And it's obvious.

Capitalizar é preciso...

Pessoas ganham dinheiro em cima de blogs? Dinheiro virtual ou dinheiro dinheiro? Acabo de descobrir que algum idiota comprou 80% das ações desse blog (ãaa?) e mal sabe que muito fez a escolha mais improvavel da própria vida... Essa é mto novidade pra mim... http://blogshares.com/blogs.php?blog=http://slfr.blogspot.com/

de resto vai tudo bem, obrigado... alias conheci uma gatinha, muito gatinha, mas mora em outro estado... IJDKWTD!
Fora isso, nada de (muito) novo no front...

domingo, janeiro 22, 2006

Karma

A questão do karma faz sentido... eu acredito piamente jno nada existe além do que o que a gente vê... E o que a gente vê é o karma rolando solto... Simples... muito simples... cada um de nós tem o que merece... depende d'agente se desvincilhar dessa desgaceira... eu acho que já paguei.. derepente o ano novo começa, qdo vc menos espera... Ei, karma, vai baixar em outra freguesia, pq aqui tem nem ideia, o ano novo finalmente começou...

putz..

putz, o bom e velho gosto, vem do microondas..

Contra mim...

Então, se venderam, pagam de bobo e tudo mais, mas devo dizer que against me! ainda deixa todas as outras bandas no chinelo... mesmo assinando com a sire... ou com a fat wreck... os tempos da bad idea records nunca mais vão voltar... pra bem ou pra mal...
tALK IS CHEAP, AND IT DOESN'T MEAN MUCH

As cores bonitas...

Porra, se fosse pra contar ninguém ia acreditar, mas devem haver uns 5 mods de olho roxo, e um cara com sorriso na cara que sou eu...v os pormenores dos dois ultimos dias não tem praquê...

quinta-feira, janeiro 19, 2006

Chuva...

Eu me pergunto as vezes, pq diabos pessoas de guarda-chuva insistem em andar sob os toldos das lojas forçando as pessoas sem guarda-chuva (como eu) a andarem na chuva... E pq são sempre umas senhoras com cara de mal-comidas?

explicando minimamente...

isso é o histórico de uma conversa com uma amiga no msn, altas da madrugada... me explicou algumas coisas sobre o que tem se passado em minha cabeça, mas acima de tudo foi divertido...

19/1/2006 04:52:30 Ela: auhau...eu sou uma emo, mas num demosntro pq tenho simancol HAHA...eu num sou denada erick...
19/1/2006 04:52:50 Eu: putz, eu sou um emo tmbm, acredite se quiser...
19/1/2006 04:52:57 Eu: e eu sei que nao da pra acxreditar
19/1/2006 04:52:59 Eu: euuheuheuhehuehue
19/1/2006 04:53:05 Ela: hauahua é,...uahauhau
19/1/2006 04:53:53 Ela: mas como diria o rafael; todo mundo eh um pouco emo, mas nem por isso formaremos uma banda pra declarar isso pra todo mundo
19/1/2006 04:54:02 Eu: mas é maior verdade... é que são duas personalidades convivendo desarmoniosamente... o erick fofo e o erick filho da puta... o erick filho da puta é uma defesa... da qual entre nós eu não me arrependo...
19/1/2006 04:54:33 Ela: mas o erick filha da puta machuca mto as pessoas?
19/1/2006 04:55:43 Eu: no fucking way... o erick filho da puta é uma reação... uma reação racional, e o racionalismo não deveria existir em relacionamentos, mas, porra, convenhamos, se não fosse por esse erick, o erick emo seria a pessoa (ainda mais) deprimida desse mundo...
19/1/2006 04:56:49 Ela: pq agente não fez engenharia na usp e assim beberiamos cerveja soh raramente, amariamos nossas familias e teriamos um namoradinho inhaca que não teria coragem de comer meu cu
19/1/2006 04:57:00 Ela: mas não, a gente eh podre, emo e punk
19/1/2006 04:57:08 Ela: tudoaomesmotempo
19/1/2006 04:58:19 Eu: então, essa é a ambiguidade... não é isso que a gente quer da vida, apesar de sabermos que é isso que seria perfeito... Porra, quer algo mais chato que gente perfeita, que não peida, não arrota, e nem concebe a ideia de trepar sem camisinha ou se aventurar pelo desconhecido sexual, hehehe
19/1/2006 04:59:34 Ela: pois eh, a gente sofre mais,mesmo eles gozando menos...pod acreditar
19/1/2006 05:01:32 Eu: ah, mas eu prefiro que tudo seja mais intenso, mesmo que seja assim... pq no fim das contas a gente não sabe o que será de nós amanha... o meu problema com tudo isso é nunca conseguir achar um meio termo, saca? pq se pesa apenas pra um lado, inevitavelmente está fadado ao fracasso... mas ainda assim eu prefiro insistir em errar, mesmo que eu me negue a repitir erros do passado, com tudo que eu sei
19/1/2006 05:01:40 Eu: hj eu escolho errar tudo igal
19/1/2006 05:01:42 Eu: ops
19/1/2006 05:01:44 Eu: igual
19/1/2006 05:02:45 Ela: eu vivo isso tb, soh que eu peco por tentar achar que esse meu jeito ainda pode me levar além, e pirigas que meu "além", seja na sarjeta uahua
19/1/2006 05:02:55 Ela: procurar um termo seria o que?
19/1/2006 05:05:09 Eu: a sarjeta se pans é a resposta... é meio que o que eu vejo qdo alguem me fala em futuro, heheheheh... Porra, o meio termo é a vagabunda só sua, saca? longe dos patrulhamentos anti-sexistas, dos quais eu ao mesmo tempo sou tão adepto e tão averso, tipo a vagabunda que é só sua... não aquela menina idiota que vive um mundinho babaca, uma vidinha hello kitty.
19/1/2006 05:05:44 Eu: eu quero encontrar aquela mina que seja a minha mulher devassa, tosca, imperfeita, mas que essa imperfeição nao envolva um descomprometimento comigo
19/1/2006 05:05:46 Eu: saca?
19/1/2006 05:06:10 Ela: como assim?descomprometimento comigo
19/1/2006 05:06:30 Eu: tipo eu nao vou negar que eu refflito padroes de relacionamenrto possessivos de uma sociedade hipócrita, mas é o que eu quero de alguem...
19/1/2006 05:06:32 Eu: ah
19/1/2006 05:06:33 Eu: tipo
19/1/2006 05:07:03 Eu: descomprometimento no sentido de meu, se é pra eu estar alguém é pq é a pessoa que eu quero pra mim, pra bem ou pra mal
19/1/2006 05:07:05 Eu: tipo
19/1/2006 05:07:51 Eu: alguem que esteja do meu lado, alguem que eu saiba que porra, vai me dar o carinho que eu preciso no momento ekm que isso é impressindível assim como eu sei que eu vou estar lá pra ela...

(...)

19/1/2006 05:48:50 Ela: entendo..mas assim, olha só, apenas no fato de vc fazer as espectativa e querer alguem que se encaixe, isso já eh muito global...a gente encontra, se fode e quebra a cara, pq se relacionar eh assim mesmo, dai se mesmo assim sobrar vontade de trepar e de respeitar de conversar,e tudo mais...ai acho que essa eh uma pessoa certa....mas tentar achar alguem ja pronta, é raro meuc aro
19/1/2006 05:48:53 Ela: meu caro
19/1/2006 05:49:18 Ela: duas pessoas juntas se moldam
19/1/2006 05:49:26 Ela: pra darem certp
19/1/2006 05:49:28 Ela: certo
19/1/2006 05:51:43 Eu: o encontro sexual que dá certo já é foda, mas porra, fala sério, com qual porcentagem das pessoas q a gente repa q a gente não sai pensando "porra, foi muito do bem"? maior parte absurdamente... agora, a pessoa que a gente sai, querendo ligar, mandar flores, ver no dia seguinte é ínfima... e é isso que eu quero, alguem que eu queria me dedicar por querer mesmo, e que queira se dedicar a mim tmbm...
19/1/2006 05:52:37 Ela: entendi...vc quer uma trepada master pra no dia seguinte mandar flores de tão bom que foi
19/1/2006 05:52:46 Ela: ahhhhhhhhhh isso eh mesmo uma delicia
19/1/2006 05:53:47 Eu: nao só pelo quao bom foi o sexo, mas pelo qto a pessoa foi interessante... pq eu não aguento mais conhecer mulheres que eu vou comer pra nao querwer ber a cara no dia seguinte... eu quero alguém que a trepada seja foda mas a personalidade me motive tmbm...
19/1/2006 05:54:09 Ela: eu sei como eh, acho isso lindo...
19/1/2006 05:54:16 Eu: mas nao crê?
19/1/2006 05:55:26 Ela: agora vc pod acreditar, eu num saio trwpando no primeiro dia, sou tão emo que gosto priemiro de gostar da pessoa, uma boa conversa, ouvir as opinioes, ai da uns amassos, depois se trepa....talvez mais lentamente fica mais facil de isso acontecer, de vc trepar e curtir a pessoa
19/1/2006 05:55:51 Ela: mas claro que pode acontecer da trepada ser uma bosta
19/1/2006 05:55:58 Ela: e a pessoa um docinho
19/1/2006 05:56:01 Ela: heheh
19/1/2006 05:57:29 Eu: não, não quis dizer que fosse isso, a questão é, vc acredita ou não em amor ou só em tolerância (e sim, qdo a pessoa é foda e finalmente vamos pra cama e o sexo é deprimente dá vontade de morrer....)
19/1/2006 05:59:11 Ela: eu acredito em amor, pq afinal tb cresci vendo rede globo, amor no sentido uiuiui, mas acho agora mais ciente, que, amor não existe sem outras coisas, como tolerancia por ex, respeito e tudo mais...acho que amor depende de mta coisa, amor não eh soh lindo e romantico e poetico...eh racional tb, infelizmente pra nós que somos emos
19/1/2006 06:00:00 Eu: concordo com a noção, mas associar o amor romantico à globo é ranço punk vai?
19/1/2006 06:01:17 Ela: não soh a globo ,as ao sistema tb, e anterior a isso a essa ilusão da sociedade que vive em busca do princepe do cavalinho branco, da princesa virgem e o caralho...até evoluir pra uma novelinha
19/1/2006 06:01:23 Ela: ate nascer a sandy uahua
19/1/2006 06:03:27 Eu: porra, mas sim e não, pq ao mesmo tempo que a gente se opõe a essa sociedadezinha bosta eles acbam nos desromantizando pq a gente sai execrando tudo que parta deles, inclusive o amor, que, no sentido mais puro é extremamente distante do conceito de sociedade capitalista e muito mais próximo dessa utopia que a gente passa a vida acreditando (não que a utopia seja utópica, heheheh)
19/1/2006 06:04:40 Ela: não acho. acho o amor algo inventado. mas mesmo assim eu acredito e acho lindo...o amor que não temos ideia do que eh, não eh nada oposto a nossa sociedade, mas sei lá, eu mesmo assim, continuo amando uahau
19/1/2006 06:05:59 Ela: HAHAH LEMBRE I DE LEGIÃO URBANA AGORA....quem inventou o amorrrrrrrrrrrrr me explica por favorrrr uahuahau...acho que preciso dormir viu...HAHAHAH
19/1/2006 06:06:18 Eu: na na ni na não, sou obrigado a discordar veemente disso... porra, vc de fato não acha que o amor seja o sentimento mais verdadeiro que existe no ser humano? seria invenção dos floristas então (hehehehehheh)?
19/1/2006 06:06:34 Eu: hahahah, lembrar de legião é mto um indicio de necessidade de dormir
19/1/2006 06:06:36 Eu: euheueuheuheuheuhehueee
19/1/2006 06:07:55 Ela: ai num sei, agora vc me colocou em uma duvida existencial erick....pq eu penso nos valores da sociedade em como eles moldam a sociedade, e o amor esta mega incluido nisso, mas tb eu penso que um sentimento puro pod ser mesmo amor
19/1/2006 06:08:11 Ela: mas um sentimento puro, pode não ser assim tãooooo puro
19/1/2006 06:08:14 Ela: sei lá
19/1/2006 06:08:26 Ela: puro pq a sociedade fala q eh puro
19/1/2006 06:09:45 Eu: então, a sociedade nos tira tudo q ha de melhor pq a gente quer negar seus valores q na verdade são apropriações de coisas intrinsicas ao ser humano, mas nós, punks sujos insistimos em negar sem olhar a manipulação dos conceitos por tras disso tudo... eles nos tiram o que há de bom na vida pra que nossas vidas nao signifiquem nada
19/1/2006 06:10:29 Ela: sim, mas as vezes o que vc acha bom, ja eh algo que eles fizeram vc acreditar
19/1/2006 06:10:43 Ela: entende?
19/1/2006 06:13:05 Eu: sim... essa é a grande angústia... diferenciar o que te foi imposto e vc acha que na verdade é rebeldia... cara... aonde acaba vc e começa o sistema? essa é a questão que elvou tanta gente ao suicidio... pq é angustiante vc saber que mesmo sem querer (como ja diria renato russo) vc acaba sendo um produto... isso diesconfigura todos seus esforços em ser antagônico ao sistema, a ser o outsider, viver à margem

a-ha

devo admitir, que 24 anos depois do meu nascimento eu finalmente amo minha família... 24 anos, mas melhor que 40 anos, porra... Minha mãe fez uma intervenção individual sobre o meu alcoolismo... Conversou coisas tão simples, disse coisas que realmente conduizem com o que eu estou sentindo e com o pq eu estar bebendo tanto ultimamente... Não precisou juntar meio milhão de amigos, pq cá entre nós, eu sei que as duas pessoas que eu mais conto são ela e meu pai... cada um à sua maneira, mas eu amo os dois... Por mais atritos que eu tenha tido com qualquer um dos dois, são as duas únicas pessoas que eu sei que me amam incondicionalmente de verdade, e não importa o que eu faça, eu sei que estarão do meu lado... mesmo que eles nunca concordem com merda nenhuma que eu faça, e briguem o tempo inteiro pq eu só cago minha vida, eu sei que eles nunca me deixariam na mão... e isso é mto bom, pq como poucas pessoas eu nunca poderia me queixar de pais que navegam entre esquecer que tem filho e depois compensar ficando em cima o tempo todo... Porra, haja saco pra esses dois, mas se não fosse por eles eu nem sei o que seria por mim... Qdo vc fica mais velho e vê que fez tanta merda na vida, ver que existe a preocupação e a cumplicidade da parte de alguém te faz ganhar o dia... Eu não teria como agradecer ao meu pai pelo tanto que ele se arriscou pra me ajudar a esconder coisas que só ele entenderia mas minha mãe não, mesmo sabendo o risco que ele estava correndo... tmbm não teria o quanto agradecer minha mãe pelos erros que ela tem cometido com o intuito único de me proteger... Mesmo que eu não queira mais ser protegido, não há sensação melhor do que a de saber que tem alguém pronto pra amortecer sua queda, não importa quem seja... Acho muito legal chegar ao ponto de admitir que aquelas pessoas que vc achava tão chatas qdo vc era jovem, hj são seus melhores amigos...

quarta-feira, janeiro 18, 2006

Being Boring...

Escrever em blog é uma coisa que parece tão fácil quando vc não está pensando em fazê-lo... Por outro lado saber o que escrever é uma tarefa árdua... Não que não sobre assunto, afinal de contas do fim do ano pra cá foi uma loucura só... Milhares de coisas importantes, desimportantes, perguntas sem respostas e respostas pra nenhuma pergunta... O fato é que as coisas andam no mínimo reviradas na minha vida... E minha energia está um tanto esvaída... Um pouco pelos últimos acontecimentos em minha vida amorosa, um pouco pela tendência a me alcoolizar um pouco demais quando as coisas vão mal, um pouco em função de toda a energia que eu tive que despreender pra resolver problemas recentes e muito pela angústia de não conseguir resolver muitas coisas no fim das contas... Bom, acho que ainda não rola energia de escrever nada... Queria que o ano novo começasse de verdade... e logo..

terça-feira, janeiro 17, 2006

Once again...

Bom, faz mó cara que eu não posto por aqui, então acho que ninguém lê isso mais, o que é, na verdade, bom... Tou voltando a escrever blog pq no fim das contas é uma maneira gostosa de passar o tempo, e, por quê não, entender melhor a sí mesmo, afinal de contas, supostamente verbalizar as coisas facilita seu entendimento... Infelizmente as coisas continuam na mesma merda, então não rola um mega-ânimo pra começar a escrever novidades e coisas sem propósito do nada... A idéia é deixar rolar, esperar vir a inspiração... Mas é necessário ter dado novo início ao projeto de um blog pra lembrar que ele existe... Então, chute inicial dado...

É Preciso Dar Vazão Aos Sentimentos (Bidê ou Balde)

Adoro esse teu jeito, queridinha
Mas ele já não me engana não
Então você já soube das fofocas
Mas quem lê caras não vê coração
Insiste em fazer o que te passa na cabeça
Costuma esquecer o que te decepcionar
Acorda e segue em frente, pra o que quer que aconteça
Afinal de contas tá na vida é pra gozar!

Passar o tempo inteiro só pensando em trabalhar - Não!
Passar o tempo inteiro só tentando aproveitar - É!

É preciso dar vazão aos sentimentos!

Adoro essa tua cara, queridinha
Teu queixinho John Travolta é de matar
Talvez tu se arrependa qualquer dia
Mas nunca é tarde pra voltar atrás

Passar o tempo inteiro só pensando em trabalhar - Não!
Passar o tempo inteiro só tentando aproveitar - É!

É preciso dar vazão aos sentimentos!